Make your own free website on Tripod.com
Surfe Brasil
Anatomia da prancha

Home

História do surfe
Evolução das pranchas
Anatomia da prancha
Mantenha sua prancha em bom estado
Tipos de pranchas
Fabricação de uma prancha de surfe
Dicas para os surfistas
Dicionário do surfe
Fotos
Livro de Visitas
Fale comigo
Sala de bate papo
Links

A prancha é formada por várias partes, cada qual com sua função especifíca. Para ser um bom surfista é muito importante conhecer a "anatomia" da prancha. Também é bom conhece-la na hora de comprar ou mandar fazer uma prancha.

anatomiaprancha.jpg

Botton
Existem basicamente três tipos de fundo:
V-bottons - logarina mais alta que a borda, são os tradicionais. É uma prancha bem solta, com menor projeção boa para ,ares mexidos;

Concave - logarina mais baixa que as bordas, é um fundo relativamente novo. É uma prancha com maior velocidade e funciona melhor em ondas lisas e cavadas;

Flat - reto, é o fundo que fica entre os outros dois.Da uma condição parecida com a do V-botton mas com mais velocidade em ondas gordas.É o mais indicado para iniciantes

Em cada parte da prancha podem se aplicar um ou mais fundos simultaneamente.


Wedge
É a linha da virada da borda que serve para a prancha quebrar mais a linha da onda. O wedge mais acentuado é usado para as ondas cavadas enquanto o wedge é indicado para as ondas gordas e manobras mais suaves.

Envergadura
Existe a envergadura do bico onde entra o fluxo de água e conseqüentemente a envergadura da rabeta que é por onde sai o fluxo de água. Se mal trabalhada e muito acentuada faz com que prancha perca a velocidade. Maior envergadura é indicada para ondas mais cavadas e a menor para ondas mais gordas.
Bordas
Existem basicamente dois tipos de bordas:
Cheia ou larga - boa para remada, mais indicada para ondas gordas que exigem muita remada e manobras menos radicais, sendo indicada também para pessoas com muito peso ou para quem está começando;
Fina ou faca - sem muito volume, possui sua virada do deck para o fundo da prancha mais acentuada, dai o nome "faca". Recomendada para ondas mais cavadas.


Área
Como o próprio nome diz, é a área da prancha, pranchas mais estreitas servem para ondas mais cavadas, pranchas com maior área são indicadas para ondas mais gordas.

Canaletas
Usadas para dar uma velocidade para a prancha. Tem um ponto negativo: instabilidade em ondas mexidas.

Rabetas
Uma das principais partes da prancha, cada uma tem uma função diferente, por exemplo:
Square - O final da prancha é cortado radicalmente, formando duas quinas acentuadas. Tem uma resposta rápida, quebrando a linha da onda imediatamente. Usada em ondas com tamanho médio e pequenas. Possui uma versatilidade muito grande, por isso a maioria das pranchas para o surfe dia-a-dia são square ou squash.
Squash - A diferença para a square, é uma quina mais suave, tendo assim uma resposta melhor para manobras redondas. É ideal para ondas cheias, de tamanho médio ou pequeno. Bastante usada em pranchas pequenas e medias proporcionam um surf com bastante pressão.
Round - Como o próprio nome diz é uma rabeta arredondada, é ideal para manobras em curvas suaves, como cutback e rasgadas ao longo da onda. Ideal para ondas cheias e com força.
Round Pin - Normalmente usada em pranchas médias ou grandes A prancha vem funilando formando uma única quina. Noventa por cento das pranchas de ondas grandes, são "round pin". Ela consegue dar uma boa estabilidade, permitindo que o surfista quebre a linha das ondas maiores com mais facilidade, apesar do seu tamanho.
Swallow - Era conhecida antigamente como rabeta em forma de peixe. Quebra a linha da onda com mais facilidade que uma prancha com rabeta fechada. Quando é exercida pressão sobre ela, a saída de água é forte possibilitando assim curvas de arcos menores. Usada tanto em ondas grandes como pequenas, é boa para quer resposta rápida nas manobras.
Wing swallow - Tem a mesma função da swallow, mas devido à quebra, aumenta a pressão. Dando uma maior velocidade.

rabetaprancha.jpg